MEMORIAL DO EMPREENDEDORISMO

Associação Comercial e Industrial de Piracicaba www.acipi.com.br

A Caterpillar no Brasil (parte II)

Lucas Magioli
Historiador

Em 1955, a Caterpillar monta a sua primeira filial no Brasil. O objetivo da empresa era encurtar a distancia de importação de pequenas peças para os produtores e fornecedores agrícolas do país. Foram adquiridos alguns escritórios e o armazém no Distrito da Lapa, em São Paulo. Aos poucos, os serviços foram expandindo e o pequeno espaço das instalações já não era mais suficiente para a demanda. Iniciou-se, portanto, uma busca por área que pudesse instalar uma nova fábrica da Caterpillar no Brasil. A saída encontrada foi trazer todo o processo de produção da Cartepillar para Piracicaba.

Caterpillar

Área de construção da Caterpillar em Piracicaba, 1974. Acervo do IHGP (Instituto Histórico e Pedagógico de Piracicaba).

No livro “Caterpillar – 75 anos de progresso“, o ex-diretor industrial da fábrica de Piracicaba, Paulus Gerardus Dona, relatou os primeiros momentos da Carterpillar na nova sede:

Sem título

Primeira produção da Caterpillar em Piracicaba, “Fora de Estrada” 769B. Acervo Jornal de Piracicaba, 01 de setembro de 1976.

“No início dos anos 70, começamos a procurar terreno para construir uma outra fábrica fora da cidade de São Paulo. Não havíamos espaço para expansão para construir produtos maiores em São Paulo. Depois de uma ampla procura, estabelecemos em Piracicaba. Por volta de maio de 1976, a fábrica de Piracicaba despachou seu primeiro produto, um Caminhão Fora de Estrada 769. Posteriormente, um estudo de nove meses com um consultor indicou que uma consolidação seria mais eficiente e, por volta de 1993 toda produção foi centralizada em Piracicaba.”

Há 60 anos de instalação da Caterpillar no Brasil, completados em 2015, a empresa foi líder na abertura do primeiro Distrito Industrial de Piracicaba, o Unileste (1976). Nesse período, a empresa esteve presente em muitos projetos de desenvolvimento no Brasil:

1961-1977
Máquinas da Caterpillar ajudam na construção do Complexo Hidrelétrico de Urubupunga.

1971
Sessenta e duas máquinas da Caterpillar ajudam na construção da Represa de Salto Osorio.

1971-1973
Um total de 216 máquinas da Caterpillar contribuem na construção de 2.760 milhas de novas rodovias no Brasil.

1973-1978
Máquinas da Caterpillar ajudam na construção da Represa de São Simão.

1973-1978
Mais de 50 máquinas da Caterpillar ajudam na construção da Represa de Água Vermelha.

1975-1984
Máquinas da Caterpillar participam na construção do Projeto da Hidrelétrica de Itaipu, um dos maiores projetos hidrelétricos já realizados.

1995
Centro e quatro máquinas da Caterpillar ajudam na construção do Poliduto Paulínia-Brasília.

1997-1998
Várias centenas de máquinas da Cat ajudam na construção da Rodovia Fernão Dias.

1998-2002
Máquinas da Caterpillar ajudam na construção da Usina Hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães.

2001
A Caterpillar envia 760 megawatts de geração de energia elétrica para o Brasil para ajudar a aliviar as quedas de energia no país.

Fonte: as informações são do livro: “Caterpillar – 75 anos de progresso(2000) e do site http://www.caterpillar.com/pt/company/history.html (visitado em 5/8/2015)

Anúncios

Um comentário em “A Caterpillar no Brasil (parte II)

  1. Pingback: A Caterpillar no Brasil | Mundo Adm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em agosto 7, 2015 por .
%d blogueiros gostam disto: